• Karine Durães

Comer frutas com mais prazer

Expedição para a Aldeia Krukutu – Impressões de uma nutricionista






O consumo de frutas pelas crianças é extremamente benéfico, por conta de seus nutrientes e fitoquímicos em geral. Uma criança, em média, deveria ter a oportunidade de comer de 3 a 5 frutas por dia. E para de fato, aproveitar e comer a fruta, a criança precisa gostar, ter um bom relacionamento com o alimento. As crianças da aldeia Krukutu parecem ter esse tipo de aproximação. Todas as crianças que observamos durante a nossa visita, comem frutas e têm algumas características em comum:


  • Demonstram gostar muito e curtem o prazer de comer. Sabe quando você fecha os olhos de satisfação quando morde o primeiro pedaço de algo delicioso? Essa era a expressão no rosto das crianças que pegaram as frutas que levamos. Muito prazer. Muito provavelmente um paladar preparado, que não entra em contato com alimentos muito adocicados o tempo todo, sente mais prazer no dulçor mais delicado de uma fruta madura;

  • Tem suas frutas favoritas, mas não tem medo de experimentar outras frutas. Uma das garotinhas, com um pouco mais de dois anos, pediu um pedaço de cada fruta para cada criança, e provou, uma a uma, de bom grado. Sem se incomodar pela aparência ou com qualquer outra coisa;

  • Não precisam de auxílio para comer as frutas. As menores, com cerca de 2 anos, já comem a maçã, a goiaba, com casca, sem nenhuma dificuldade de dar a primeira mordida. A carambola, comem como se fosse uma espiga. A que foi preciso descascar, como a banana, foi rapidamente descascada. Autonomia aumenta o prazer da experiência e isso é demonstrado enquanto as crianças indígenas comem.

  • Situações comuns, simples de vivenciar e que fazem muita diferença no hábito alimentar de qualquer criança brasileira.


0 visualização
EXPEDIÇÃO PRIMEIRO PRATO

REALIZAÇÃO

Expedição Primeiro Prato - 2018 Desenvolvido por 113dc Design + Comunicação